domingo, 3 de outubro de 2010

CASTRAÇÃO OU ESTERILIZAÇÃO


Pergunta: “Das duas vezes que fui ao veterinário foi falado da esterilização e não de castração. Eu queria saber a diferença das duas intervenções. É que segundo o que li, a esterilização faz com que as gatas tenham cio mais vezes. Tendo em conta que a minha gata esta em apartamento não seria melhor a castração? E que diferença de preço há entre as duas intervenções? …”

Resposta: Na prática veterinária usa-se os termos esterilização para as fêmeas e castração para os machos. No dicionário estão as seguintes definições:

Esterilização é a retirada total de condições de reprodução da vida, seja a que nível for. Assim, o processo de esterilização compreende aquela realizada em materiais cirúrgicos que serão utilizados em seres humanos pelo médico ou em animais pelo veterinário, como compreende também os métodos cirúrgicos realizados para evitar a gravidez.

Castração é um acto que incapacita-se o indivíduo de reproduzir-se sexualmente, e suprime seu aporte de hormonas sexuais (testosterona, no macho, e estrogênio, na fêmea). O acto consiste na extirpação das gônadas (gonadectomia): testículos na castração masculina (orquiectomia); ovários na castração feminina.

No caso dos animais domésticos a cirurgia para esterilizar/ castrar fêmeas engloba por rotina e recomendavelmente a retida dos ovários e do útero para evitar possíveis patologias do útero. No caso dos machos a cirurgia restringe-se à retirada dos testículos. Os animais ficam estéreis. Se eventualmente numa fêmea fosse retirado somente o útero e não os ovários, esta cirurgia seria realmente uma esterilização (que evitava a reprodução) mas não uma castração (mantendo os cios do animal).

Na nossa clínica veterinária, na cirurgia de esterilização a fêmeas são sempre retirados ovários e útero, impedindo a procriação e evitando cios indesejados. Evitamos assim possíveis piometras, tumores do útero e mama (quando realizada antes do 1ª cio) e outras patologias associadas ao aparelho reprodutor.

Em termos de preço a questão não se coloca, pois não recomendamos só a castração em fêmeas (retirada somente dos ovários).

Consulte o seu médico veterinário e pergunte-lhe em que consiste a cirurgia a que vai ser submetido o seu animal e retire todas as dúvidas.

6 comentários:

  1. olá desde ja gostaria de dar os parabéns pelo blog. apareceu cá em casa, uma gatita de rua, prenha, acolhia-a, e ela teve ninhada. as crias têm agora um mês. mas ontem reparei que a gatita ta gordita, a sua barriga esta redondinha... a minha pergunta é, a gata ainda a amamentar, poderá entrar em cio e ficar prenha novamente? Ela está numa arrecadação, que tenho no jardim, sai pra dar a sua voltita, não apresenta sinais de cio, acho eu, só não gosta que lhe toquem na barriguita, mas associo que seja porque tenha as mamitas doridas da amamentação.
    Se me puderem elucidar sobre esta questão, agradecia imenso.

    ResponderExcluir
  2. As gatas podem realmente fazer cio ainda a amamentar. Mas mesmo que esteja já prenha ainda será cedo para se notar no tamanho da barriga. De qualquer forma deveria pensar em evitar novos cios e novas gravidezes. Consulte um veterinário para saber as opções contraceptivas para a referida gatinha.
    Parabéns por ter acolhido a gata e continue a sua boa acção evitando que dê origem a mais gatinhos abandonados.

    ResponderExcluir
  3. Alguém poderia me informar se é possível castrar uma gata que está amamentando, senão, quanto tempo depois?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Convém esperar q deixe de amamentar. Quando já não tiver leite pode ser esterilizada.

    ResponderExcluir
  5. Como castrar minha gata se ainda está amamentando e já entrou no cio novamente? Sei que não se pode castrar quando a gata está amamentando e nem no cio...o que fazer?

    ResponderExcluir
  6. Uma gata foi castrada à 4 dias. Ela estava amamentando ( filhotes estão com 2 meses)... Tem algum problema permitir que os filhotes continuem mamando? Pois ela está inchada de leite

    ResponderExcluir