sexta-feira, 18 de junho de 2010

Cuidados com animais recém-nascidos

Tal como os bebés humanos, os cachorros e gatinhos recém-nascidos são animais frágeis que precisam dos cuidados adequados para poderem crescer de forma saudável.

Quando as mães aceitam bem os seus filhotes e os tratam torna-se mais simples o seu correcto crescimento e desenvolvimento. Elas mantêm-nos no local mais quente, amamentam-nos e fazem a sua higiene tantas vezes quantas as necessárias.

Se por algum motivo as mães não poderem criar os seus filhotes e não houver possibilidade de lhes dar uma mãe adoptiva os donos têm uma tarefa bastante exigente de substituir a mãe.

Alimentação

A alimentação é muito importante pois o leite materno de uma cadela/gata que esteja correctamente alimentada, vacinada e desparasitada não só tem todos os nutrientes necessários ao crescimento dos filhotes como tem anticorpos que os protegem de algumas doenças graves até à idade da primeira vacinação.

Quando a mãe rejeita os filhotes ou não os pode amamentar por não ter leite (agaláxia) ou ter uma infecção mamária (mamite) têm de ser amamentados artificialmente. Para isso deve ser utilizado um biberão apropriado (ao alimentar com uma seringa pode-se causar aspiração de leite para o pulmão e pneumonia) e leite próprio para cachorros e gatinhos. O leite em pó para bebés ou leite de pacote não é apropriado a estes animais podendo causar diarreias graves.

Quando se dá o biberão não se deve por o animal de barriga para cima pois assim engasgam-se mais facilmente. Na 1ª semana de vida é necessário dar-lhes 8 refeições por dia (de 3 em 3 horas) e depois pode-se ir reduzindo uma refeição por semana até às 3 refeições por dia (de 8 em 8 horas) na 6ª semana. A partir do mês de idade já pode ser posto o leite e comida apropriada humedecida com água quente num prato para estimular os animais a comer.

Aquecimento

Os animais devem ser mantidos num local quente onde se possa colocar um ninho forrado com um resguardo ou jornais que possam ser trocados periodicamente. Pode colocar um boneco de peluche no ninho para substituir a mãe.

A temperatura no local onde se encontram os bebés deve rondar os 30ºC nos primeiros 5 dias de vida e depois ser reduzida até aos 25ºC nas semanas seguintes. Para isso pode ser necessária lâmpada de aquecimento ou saco de água quente.

Como nascem com os olhos fechados e não são capazes de se orientar os cachorros/gatinhos devem ter o seu ninho dentro de uma caixa para que não saiam e fiquem em contacto com superfícies frias.

Higiene

Outro cuidado muito importante é a higiene dos filhotes. Até por volta das 6 semanas os bebés têm de ser estimulados para urinar e fazer as fezes, para isso deve-se massajar a barriga e passar um pano molhado ou um toalhete na zona do ânus.

O banho não é aconselhável até terem a sua vacinação completa por isso caso se sujem devem ser limpos com toalhetes ou com um pano embebido em água morna e sabão e bem secos em seguida.

Caso os animais não comam, não urinem/defequem por mais do que um dia ou tenham algum sinal de doença deve contactar o seu veterinário para que possam ser tratados o mais rapidamente possível.

3 comentários:

  1. nossa isso era tudo o que eu queria saber muito obrigada . minha cadela so chegou perto dos filhotes para comer o rabo de um dos filhotes

    ResponderExcluir
  2. Algum monstro separou 7 filhotes de sua mãe e os abandonou na chuva, no meio da estrada,estavam coberto de formigas, sendo devorados vivos, estou cuidando deles, aqueci e estou dando uma mistura de leite e água, pq chegaram a noite em casa, não tinha o que dar, peguei uma chuquinha e eles a principio rejeitaram, mas já entenderam que é dali que vem o sustento. Estou providenciando o leite correto e espero que todos sobrevivam

    ResponderExcluir
  3. Boa noite estou com um cachorro com 13 dias de nascido, apareceu um caroço no pescoço e cada dia cresce mais eu não sei oque fazer

    ResponderExcluir