sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Hiperplasia mamária felina

O que é?
A hiperplasia mamária felina (ou hiperplasia fibroepitelial) é uma doença benigna que resulta de um crescimento exagerado e rápido do tecido mamário (mama).


Qual a causa?
Esta doença é causada por aumento de uma hormona (progesterona) ou resposta exagerada a esta hormona. Este aumento pode ser provocado por administração de contraceptivos (pílula) ou por produção exagerada no organismo.

Quem afecta?
Na maior parte dos casos ocorre em gatas jovens logo após o primeiro cio, em gatas que estão a tomar contraceptivos ou em início de gravidez. Muito raramente pode acontecer em machos que estejam a fazer terapêutica hormonal.

Como se manifesta?
Este aumento do volume pode suceder numa ou em ambas as cadeias mamárias e pode não ser igual em todas as mamas. A maioria das gatas apresenta desconforto devido à esta situação, chegando em alguns casos a haver dificuldades de locomoção e úlceras infectadas na pele quando o aumento do volume é muito acentuado.

Como se diagnostica?
Muitas vezes o diagnóstico é feito através dos sintomas e exame físico, podendo ser realizada uma biopsia. Esta situação é benigna e deve ser diferenciada de outras doenças inflamatórias, infecciosas ou tumorais.

Qual o tratamento?
O tratamento é hormonal (medicamentos antiprogesterona).
Nas gatas sujeitas a tratamento anticoncepcional este deve ser parado imediatamente pois é muitas vezes a causa desta doença. Quando o volume mamário regride é recomendada a esterilização pois retira o estímulo das hormonas endógenas e evita o uso de contraceptivos que têm contra-indicações devido à grande concentração de hormonas que possuem. Em casos em que já existem úlceras pode ser necessário retirar o tecido afectado.

Qual o prognóstico?
Quanto mais cedo for identificada a doença melhor é o seu prognóstico e mais simples se torna o seu tratamento por isso, caso veja algum dos sintomas no seu animal deve levá-lo ao veterinário.

14 comentários:

  1. Olá minha gatinha tomou uma dose de anticoncepcional e após duas semanas percebi nódulos em volta de todas as sua mamas , isso pode ser essa doença acima descrita ? De qualquer modo vou levá-la ao veterinário o quanto antes possível !

    ResponderExcluir
  2. Sim provavelmente ela tem hiperplasia mamaria. Não deverá dar-lhe mais anticoncepcional e deve leva-la ao seu médico veterinário.

    ResponderExcluir
  3. Oi, minha gatinha fez esterectomia a três meses e mesmo assim ontem foi diagnosticada a hiperplasia, ele havia tomado uma dose de anticoncepcional a uns sete meses...estou muito preocupada...o tratamento é simples?ela pode morrer?ela tem que fazer uma cirurgia?no caso dela foi indicado umas compressas locais....e antiinflamatório...quero uma cura para seu caso...

    ResponderExcluir
  4. Algumas gatinhas melhoram com o anti-inflamatório e não necessitam de outro tratamento. Se não melhorar poderão tentar o tratamento com um medicamento antiprogesterona.
    Estando ela esterilizada não deveria ter esta patologia. Retiram os ovários dela? Ela voltou a fazer cio depois da cirurgia? Pode dar-se o caso de ela ter ficado com o síndrome do resto ovárico (algum tecido do ovário ficou e ela vai ter cios). Nesse caso recomenda-se nova cirurgia para tentar encontrar o tecido ovárico responsável pela produção das hormonas.
    Ela pode ainda ter algumas hormonas em circulação e esta situação ser passageira.
    A hiperplasia mamaria felina é benigna.
    As melhoras para ela.

    ResponderExcluir
  5. Minha gata fez a cirugia de esterectomial custou 150 R$
    o veterinario passou essa vitamina celiva AE
    dei e nada dela fica boa ao contrario a gata ta pior ta crecendo mais ainda ta tão grande que ta com feridas falei com ele novamente ele mandou eu da mais uma vitamina se ela não fica boa vou ter que opera novamente pra tirar os nodulos mais 180 o que vc acha ? vc acha que devo mada ele de novo ou procura outro veterinario manda a resposta pra Adote-e-Ame@hotmail.com obg

    ResponderExcluir
  6. As gatas podem morrer com esta doença

    ResponderExcluir
  7. Oi gente!
    Também tive uma gata com este problema. Quando ela entrou no primeiro cio, dei a ela o inibidor de cio. Ela engravidou, os filhotes morreram ainda no útero e ela teve a hiperplasia em todas as mamas. Teve dificuldade de locomoção, embora parecesse não sentir dor. Levei-a ao médico veterinário, que me alertou sobre o risco de morte caso uma das mamas estourasse e infeccionasse. Mesmo assim ele me perguntou se eu queria tentar um tratamento muito forte. Eu aceitei o tratamento, pois não podia pagar a cirurgia de todas as mamas. O tratamento foi feito com dois medicamentos: 10 injeções de Pentabiótico para Pequeno Porte, uma por dia, aplicadas no músculo do bumbum do felino. A aplicação errada também pode matar o animal. E junto a isso, um antiinflamatório contendo corticóide (a caixinha é amarela, mas esqueci o nome!!!). Este último começou com um comprimido ao dia e foi reduzindo de forma gradativa. Além disso, passava óleo de amêndoas morno nas mamas dela. Sei que foi um tratamento doloroso e podia não ter dado certo, mas DEU! :D As mamas foram secando, ficou só a pele pendurada, mas aí já era estética e não importava tanto. Hoje ela não está mais viva, morreu por outros motivos. Mas agradeço imensamente a este médico que salvou a vida da minha pequena. Consultem seus médicos antes de tentar o mesmo tratamento, pois cada animal pode responder de forma diferente ao tratamento. Mariah.

    ResponderExcluir
  8. a ,minha gata tem cerca de 11 meses teve o primeiro cio e como nao dei nada ela cruzou com um gato ao fim de 2 dias tinha caroçosem todas asmaminhas e cada dia esta aumentando mais quase parece que vai rebentar sera que ela estando gravida posso tentar antinflatorio e depois de ela ter os gatinhos faço logo a esterelizaçao?

    ResponderExcluir
  9. Minha gata tem cerca de 13 anos, e tomou contraceptivos a vida toda, o resultado foi a Hiperplasia mamária. Hj ela esta no hospital veterinário internada, seu quadro começou com o crescimento das mamas, no hospital foi feita a castração e estamos administrando antibióticos, porém o pior aconteceu essa semana, a Hiperplasia mamária criou ulceras em suas mamas com uma grande quantidade de pus. Hj ela esta internada para o tratamento dessas feridas, pois o risco de infecção é muito grande! Esperamos que ela fique bem e retorne para casa!

    ResponderExcluir
  10. tenho uma gata qure esta com hiperplasia mamaria
    ja fez a cirirgia e nao resolveu ,nao sei o que fazer me ajude por favor

    ResponderExcluir
  11. Tenho uma gata, que esta com hiperplasia mamaria,ja fez a cirurgia ,e nada resolveu ,nao sei o que fazer,essa doença tem cura ,me ajude por favor .

    ResponderExcluir
  12. Olá, minha gata de 1 ano cruzou no primeiro cio e está gravida há mais ou menos 3 semanas. Ela está com hiperplasia mamaria (as duas ultimas mamas estao muito inchadas e vermelhas). Levei na veterinaria e que uma injeção de amoxicilina, melhorou um pouco mas já piorou novamente. Vocês sabem que tipo de tratamento posso fazer nela sem que os filhotes sej prejudicados? A veterinaria disse que geralmente regride naturalmente depois da primeira fase de gestação, que nao tem nada a fazed, só esperar. Mas está muito inchada e eu estou com medo de estourar, criar feridas e acontecer uma tragedia. Por favor me ajudem!!!!!!! Obrigada,
    Samantha.

    ResponderExcluir
  13. Ganhei uma gatinha e com 6 meses dei um anticoncepcional para evitar o cio, mais logo depois de dar a injeção achei que tinha algo errado e resolvi apalpar o animal e fiquei chocada., por que era macho. A princípio não fiquei receosa pois achei que o organismo dele fosse eliminar com o tempo os hormônios, mas notei que a pois 15 dias começou a aparecer uma bolotas na barriguinha dele. Levei ao veterinário e foi diagnosticado como hiperplasia mamária benigna. Gostaria de saber se como só tem 18 dias de aplicado as chances de melhoras são maiores?

    ResponderExcluir
  14. Minha gatinha só tem 3 meses. Ela está com essa doença... Estamos desesperados pois gostamos muito dela. Nós a resgatamos da rua com apenas 2 semanas de vida.

    Gostaríamos de saber o que pode ter alterado os hormônios dela.

    Vale ressaltar que desde os 15 dias ela sempre comeu ração de mercado (no começo eu picava cada ração de filhotes, em pedacinhos pequenos) e outra informação que pode ser relevante é que ela foi vacinada com octupla e anti rabica ( será que foram as vacinas que alteraram seus hormônios?)


    ResponderExcluir